Mensalão: prenúncio de condenação geral

Do editorial da Folha, nesta quarta-feira (19/9), sob o título “Fecha-se o cerco”:

(…)

Sempre se soube que o julgamento do mensalão nada teria de corriqueiro. É, contudo, somente agora, quando se aproximam seus efeitos concretos, que se dissipa a desconfiança residual com a Justiça, por parte da sociedade; no caso dos políticos, esvai-se a certeza da impunidade. Não é pouca coisa.

Comentários

  1. O STF não vai perder tanto tempo com esse julgamento para acabar em Pizza.
    Faltará celas “especiais” em Brasília para tamanha condenações, objeto do prenúncio.
    A retaliação do Governo vem, não de hoje, com o corte do orçamento do Judiciário e MPU.

Comments are closed.