ONG internacional avalia direitos humanos no governo Bolsonaro

O presidente da Human Rights Watch (HRW), Kenneth Roth, estará à frente de delegação que virá ao Brasil na próxima semana para participar de reuniões com autoridades do Legislativo e do Executivo.

O objetivo é demonstrar as preocupações da entidade com a deterioração da situação dos direitos humanos no governo Bolsonaro.

A HRW é uma organização internacional de direitos humanos, não-governamental, com aproximadamente 400 membros, entre advogados, jornalistas, especialistas e acadêmicos.

A visita –entre os dias 14 e 17 de outubro–, contará, pela primeira vez, com a participação do corpo diretivo máximo da HRW em nível global.

Serão debatidos os direitos humanos nas áreas de segurança pública, participação social, meio ambiente, populações indígenas, independência da mídia, direitos das mulheres e de pessoas LGBT.

A delegação tem reuniões confirmadas em Brasília com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, entre outras autoridades.

A ONG solicitou reunião com o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.